Vinhos para dias quentes

Francisco Rodriguez, sommelier do Pacco & Bacco, mostra que o vinho branco casa perfeitamente com a estação mais quente do ano. Sua indicação: o italiano Monferrato Bianco Doc Puntet.

O brasileiro ainda prefere o vinho tinto ao vinho feito com a uva branca. Mesmo assim, o verão pode revelar uma mudança no perfil do consumidor de vinhos no país. Para nosso sommelier Francisco Rodriguez, as altas temperaturas fazem com que o vinho branco seja uma opção cada vez mais pedida nas mesas dos restaurantes.

vinho-branco-verao-foto-Thomas-Martinsen

 


“Há uma clara resistência aos vinhos brancos. Mesmo assim, tomar vinho tinto em um clima tão quente é uma dificuldade”
, explica Rodriguez. Entre seus clientes o sommelier nota um público pronto para novos paladares e novos rótulos de vinho branco. “Um país tropical como o nosso é propício para o consumo dos vinhos brancos. Leves, sem madeira, com seus aromas cítricos, frutados e uma bela acidez no final: é o casamento perfeito para uma tarde na piscina.”

 

Tenuta La Meridiana Monferrato Bianco DOC Puntet-500x500
A sugestão de Rodriguez para este verão é o rótulo italiano
Monferrato Bianco Doc Puntet. Fresco de acidez moderada, o vinho tem um aroma que lembra frutas frescas, flores e pão, que harmoniza com aves, peixes e mariscos, além de massas com legumes e entradas mais simples. Sua composição é de uvas Chardonnay (60%), Cortese (30%) e Favorita (10%).

Tintos no verão

vinho-verao

Quem ainda mantém a preferência por vinhos tintos, mesmo com o calor da estação, pode balanceá-los com alimentos mais leves ou escolher rótulos com composições mais suaves. “É importante buscar a leveza e o frescor. Fuja dos vinhos tânicos e encorpados. Evitar refeições pesadas é fundamental para uma boa harmonização com os tintos”, sugere Rodriguez.

É preciso tomar cuidado, no entanto, com a temperatura do tinto na hora de servi-lo. “Não fique constrangido diante de seus convidados em colocar a garrafa de seu tinto na geladeira por alguns minutos, para que ele realce mais ainda seu frescor.” O sommelier também recomenda que não se exagere no tempo de resfriamento da garrafa, já que o congelamento faz com que o vinho perca seu sabor.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *